>
Verithas Consulting

Bookmark and Share
O que é MSA?
A análise do sistema de medição - M.S.A (Measurement Systems Analysis) é uma metodologia estatística desenvolvida para estudar e analisar o comportamento do sistema de medição e, proporcionar o aumento de confiança e certeza na leitura obtida nos instrumentos. Aplica-se usualmente a sistemas cuja medição pode ser replicada, mas já existem meios de se avaliar instrumentos cuja medição não é possível de ser replicada.
MSA por Variável

Repetibilidade (ou repetitividade)

O que é: Estudo da variação dos resultados de medições realizadas diversas vezes pelos mesmos operadores, utilizando o mesmo equipamento. Para que serve: Analisar o grau de confiabilidade que um sistema de medição tem quanto à sua capacidade de repetir os resultados de uma medição. Por meio desse estudo é possível determinar a "robustez" de um sistema de medição. Um sistema de medição robusto sofre pouca influência de agentes externos, tendo a contrapartida de que sistemas como este custam caro. Conhecer a repetibilidade faz com que a gestão do monitoramento e medição seja mais inteligente, deslocando sistemas de medição mais confiáveis para onde eles são requeridos. Resultado: Aumento de confiabilidade e redução de custo.
Reprodutibilidade

O que é: Estudo da variação dos resultados de medições realizadas diversas vezes por operadores diferentes, utilizando o mesmo equipamento.
Para que serve: Identificar a variação que existe entre um operador e outro, verificando assim a influência humana no resultado da medição. Este estudo tem o intuito de saber se a qualquer momento o resultado da medição é confiável. Dependendo da forma como o resultado é apresentado (graficamente), é possível identificar claramente os pontos falhos, restringindo as ações e canalizando a energia a ser gasta.
Normalmente também podem ser substituídos equipamentos por outros que dependam menos do fator humano.
Resultado: Aumento de confiabilidade.
Estabilidade

O que é: Estudo da variação dos resultados de medições realizadas ao longo de um período, utilizando mesmo sistema de medição.
Para que serve: Analisar a degradação dos resultados de um sistema de medição ao longo do tempo. Como nada é eterno, presume-se que os sistemas de medição percam sua confiabilidade com o passar do tempo. Para a gestão metrológica, o principal benefício é substituir a calibração dos equipamentos de medição pelo estudo de estabilidade, já que este é muito mais simples e econômico. O caso de um equipamento calibrado a cada seis meses, mas que, por meio do estudo de estabilidade, se mostre estável por um período de dois anos, nos faz concluir que muito dinheiro pode ser economizado com este estudo (na minha opinião, o mais útil de todos que compõem a MSA).
Resultado: Muita redução de custo, por meio do ajuste de freqüência de calibração.
Linearidade

O que é: Estudo da variação dos resultados de medições ao longo da escala do equipamento.
Para que serve: Garantir que os resultados de medição são confiáveis em qualquer ponto da escala doequipamento. Em primeiro lugar, este estudo só é aplicável a equipamento por variáveis (que possuam escala).O fato de este estudo ser uma análise estatística permite a redução dos pontos de avaliação quando da calibração do equipamento, pois a linearidade estende os resultados de um ponto para todos os demais. Cada ponto de calibração de um equipamento onera excessivamente esta obrigação, e qualquer redução promove grandes benefícios.
Resultado: Aumento de confiabilidade e redução de custo, por meio da diminuição dos pontos de calibração.
Tendência

O que é: Estudo do erro de exatidão que um equipamento de medição por variáveis possui em um determinado ponto de sua escala.
Para que serve: A grande diferença com relação à simples calibração é que a tendência deve ser estudada a partir de dados coletados no próprio processo, sujeito a todas as influências que a medição quotidiana sofre. O resultado da análise de tendência é base para a realização de todos os outros estudos, pois a estabilidade é a variação da tendência ao longo do tempo, a linearidade é a variação da tendência ao longo da escala etc. A análise de tendência vai mostrar se os recursos para medição são suficientes ou exagerados, na medida em que podem estar sendo utilizados equipamentos muito sofisticados para medições pouco importantes, assim como equipamentos simples demais para medições complexas e que requerem muita precisão.
Resultado: Aumento de confiabilidade e redução de custo.

A partir da análise que acabamos de fazer é possível ver claramente que os benefícios obtidos por meio de um estudo bem-feito e corretamente analisado não se restringem, a priori, à indústria automotiva.
Embora não haja requisitos normativos que obriguem outros ramos de atividade a realizar tais análises, a aplicação dessas técnicas fará com que os benefícios ressaltados se manifestem e tragam à empresa muitas oportunidades de crescimento.
auditorias

Entre em contato ainda hoje acerca de qualquer dúvida ou comentário sobre nossos temas. Utilizando nosso FORMULÁRIO DO CLIENTE Verithas, você terá retorno em 24 horas.
© Copyright 2014 - all rights reserved
Saiba como a Verithas poderá implementar este sistema em sua empresa